NOTÍCIAS
27/07/2017 | 19h32

Balanço

Fiat Chrysler fecha semestre com lucro 42% maior

Ganhos ascendem para € 1,75 bilhão com ajuda de Europa e América Latina


REDAÇÃO AB

A Fiat Chrysler reportou lucro líquido ajustado 42% maior no fechamento do primeiro semestre, chegando a € 1,75 bilhão contra resultado de € 1,23 bilhão de um ano atrás, informa em balanço divulgado ao mercado financeiro global na quinta-feira, 27. No lucro líquido não ajustado, o Grupo FCA detalha ganhos de € 1,79 bilhão, mais que o dobro do apurado em mesmo semestre do ano passado, quando o lucro não passou de € 799 milhões.

O Ebit ajustado cresceu 13%, para € 3,4 bilhões, na mesma base de comparação anual, com margem de 6,1%, aumento de 0,6 pontos porcentuais sobre a margem do ano anterior.

A receita líquida da companhia teve leve crescimento de 2%, ao passar de € 54,5 bilhões para € 55,6 bilhões. A receita não foi melhor devido ao resultado negativo de importantes mercados, como a América do Norte, onde o grupo viu o faturamento recuar 4%, para € 33,2 bilhões, com vendas 5,8% menores no período, para pouco mais de 1,2 milhão de veículos. O Ebit fechou em € 2,59 bilhões, retração de 0,35%.

Por outro lado, na América Latina, a Fiat Chrysler melhorou os resultados, com aumento de 32% da receita líquida, para € 3,7 bilhões, na comparação anual do primeiro semestre. Embora a participação de mercado tenha diminuído 0,3 pontos porcentuais, para € 12,3% na região, as vendas cresceram 8,6%, para um total de 240 mil unidades. O Ebit quase triplicou, passando de € 11 milhões na primeira metade de 2016 para € 40 milhões neste ano. Com isto, a margem passou de 0,4% para 1,1%.

Na Europa, a receita líquida somou € 11,6 bilhões, incremento de 7,4%, com aumento de 0,3 p.p. na participação de mercado de automóveis, para 7,1%, com a venda de 830 mil veículos. O Ebit ajustado fechou em € 378 milhões, alta de 58%, com margem de 3,2%.

A divisão de componentes, que inclui as empresas Magneti Marelli, Comau e Teksid, aumentou a receita em 10,6%, para € 5,2 bilhões. O Ebit ajustado avançou 17%, para € 4,8 bilhões.

Com este resultado, o Grupo FCA confirmou sua projeção para 2017 divulgada no início do ano, prevendo receita líquida entre € 115 e € 120 bilhões, aumento de 3,6% a 8%, com lucro líquido ajustado em alta de 20%, para € 3 bilhões, e Ebit ajustado de € 7 bilhões. Para a dívida líquida industrial (endividamento industrial), que fechou o semestre em € 4,22 bilhões, a FCA planeja reduzi-la para € 2,5 bilhões até o fim deste ano.

Comentários: 0
 

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 18/10/2017
Medidas simples e novos estudos ajudam na redução de emissões de CO2

Esta coluna é apoiada por:

Documento sem título
Advertisement Advertisement Advertisement
DE CARRO POR AÍ | 13/10/2017
Com Jumpy, marca avança em novo território
AUTOINFORME | 11/10/2017
Onix e HB20 elevam o patamar de entrada no mercado brasileiro
Novas palavras, expressões e siglas podem levantar dúvidas sobre o futuro
INOVAÇÃO | 15/08/2017
Indústria automotiva precisa abrir os olhos para novas formas de trabalhar
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes