NOTÍCIAS
06/04/2017 | 13h30

Autopeças

Com mais nacionalização, Toyota premia os fornecedores

Panasonic é a melhor avaliada em qualidade, entrega e redução de custos


PEDRO KUTNEY, AB

Com produção recorde em 2016 de 175,9 mil unidades das linhas Etios e Corolla, respectivamente nas duas fábricas localizadas no interior de São Paulo em Sorocaba e Indaiatuba, a Toyota vem elevando o volume de componentes nacionais nos carros produzidos no País e a participação dos fornecedores locais em seus projetos. “Estamos aumentando a nacionalização dos produtos feitos aqui, que já têm em torno de 60% de peças e sistemas comprados aqui”, informa Celso Simomura, vice-presidente de compras da Toyota do Brasil, que administra atualmente uma lista com cerca de 120 fornecedores produtivos.

Como exemplos dessa expansão de localização, Simomura cita a fábrica de motores de Porto Feliz (SP), inaugurada há um ano com investimentos de R$ 600 milhões para fazer os motores 1.3 e 1.5 do Etios e que recebe novo aporte de R$ 600 milhões para nacionalizar os propulsores 1.8 e 2.0 do Corolla. “Passamos a adquirir aqui muitos componentes do powertrain, inclusive o câmbio manual”, diz, em relação à caixa fabricada desde o ano passado pela Aisin em Itu (SP), uma empresa que pertence ao Grupo Toyota.

Ainda que impactada pela crise econômica brasileira, Simomura afirma que a cadeia de suprimentos da Toyota no Brasil vem conseguindo atender todos os pedidos. “A situação é difícil, temos alguns fornecedores em recuperação judicial, mas até agora não tivemos falta de peças”, diz o executivo. Segundo ele, a Toyota formou diversos grupos de trabalho para ajudar os fabricantes de autopeças. “Enviamos pessoal nosso às fábricas para avaliar situações e adotar novos métodos produtivos, com o objetivo de melhorar o desempenho deles”, destaca.

PREMIAÇÃO

No cenário de queda de vendas e produção de veículos no Brasil, a Toyota foi a única marca que registrou crescimento no mercado brasileiro em 2016, também produziu mais e, portanto, comprou mais componentes. Assim foi um dos poucos focos de prosperidade na cadeia nacional de suprimentos. Com expectativa otimista de continuar crescendo na região em 2017, incluindo a gestação de novos produtos a serem fabricados aqui, a Toyota pediu a continuidade do comprometimento de seus fornecedores na noite da quarta-feira, 5, durante a 15ª edição do seu Supplyer Award, que premiou os melhores de 2016.

Foram premiados com o selo de “Excelência” os 16 melhores fornecedores no Brasil, por terem superado os objetivos de desempenho colocados pela montadora em 2016 nas avaliações de qualidade, logística e redução de custos. A fabricante de eletrônicos Panasonic recebeu o prêmio de melhor performance do ano pelo conjunto dos resultados obtidos em todas as três áreas. Outras 34 empresas receberam o “Certificado” de reconhecimento por terem atingido as metas propostas nas três categorias de premiação.

Este ano também foram entregues os prêmios de “Reconhecimento Especial” para projetos específicos, nas categorias “Análise de Valor e Engenharia de Valor” – que reconheceu três fabricantes de componentes pela adoção de novos processos produtivos ou redesenho de produtos que aumentaram a produtividade e reduziram custos – e “Preparação de Projetos”, que premiou a eficiência de dois fornecedores em criar ou adaptar componentes para novos veículos, caso do Etios renovado no ano passado e do recém-lançado Corolla 2018.

Veja abaixo todos os premiados e os critérios de avaliação da Toyota:

MELHOR FORNECEDOR DE 2016

- Panasonic

* Melhores resultados em qualidade, logística e custos

QUALIDADE

- Excelência: Casco, Cestari, Cobra, GKN Brasil, NSK, Sanko, SNR

- Certificados: 3M, Adient, Basf, Benteler, Cooper, Delga, Denso, G-KTB, Plásticos Mueller, Nitto Denko, Pilkington, Plascar, Rassini, Sanoh, Schaeffler, Scorpios, Stanley, Sumidenso, TRBR, Triospuma, Tyco, ZF

* O selo de Excelência em Qualidade é conferido ao fornecedor que não registrou defeitos nas peças entregues e nenhuma reclamação grave, já a classificação Certificado é dada para as empresas que registraram o índice máximo de 10 PPM (partes por milhões), apenas 15 componentes com defeito a cada lote de 1 milhão.

LOGÍSTICA

- Excelência: 3M, Sanko, Stabilus, ZF, Olsa

- Certificados: Casco, Cestari, Bosal, Enertec (JCI), Kautex, G-KTB, GKN, Delga, NSK, Trimtec, Thyssenkrupp

* O prêmio de Excelência em Logística é conferido aos fornecedores que entregaram todas as peças no prazo (dia e hora marcados) sem nenhuma divergência do que havia sido encomendado. O Certificado é concedido a quem entregou com pequenas divergências em relação ao que foi solicitado, mas dentro dos padrões de tolerância

REDUÇÃO DE CUSTOS

- Excelência: Pioneer, Yazaki, Sanoh

- Certificado: SMR

* Prêmio dado às empresas que apresentaram ideias de redução de custos. Aquelas que conseguiram exceder em mais de 4% as expectativas da Toyota e tiveram as sugestões implementadas receberam o selo de Excelência, a classificação Certificado foi concedida às que atingiram as metas propostas

RECONHECIMENTOS ESPECIAIS

- Análise de Valor e Engenharia de Valor: Aisin, Faurecia, Sumidenso

- Preparação de projetos: Plásticos Mueller, Pecval


Comentários: 1
 

Hamilton Barbosa
14/04/2017 | 11h00
Parabéns pelos resultados alcançados e a iniciativa de premiar e incentivar a cadeia de fornecedores locais, este é o caminho trabalho com parceria e apoio a cadeia de fornecedores, todos ganham e crescem juntos, com produtos com um menor custo, melhoria na qualidade e atender a necessidade do mercado.

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 28/06/2017
Etanol pode ajudar Brasil com metas de controle de emissões de CO2

Esta coluna é apoiada por:

Documento sem título
Advertisement Advertisement
DE CARRO POR AÍ | 23/06/2017
Hatch mostrado na Alemanha fica entre compacto e médio
AUTOINFORME | 21/06/2017
Marca cresce quase 10% em ano de mercado estável
INOVAÇÃO | 01/06/2017
Desordem pode fazer com que iniciativas de inovação fracasssem
QUALIDADE | 15/05/2017
Iniciativa tem potencial para melhorar a qualidade de vida da população
Negócios | 08/03/2017
Tecnologia faz parte da receita para sair da crise
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
DISTRIBUIÇÃO | 09/08/2016
Crise pode reduzir negócios no pós-venda ou ser oportunidade para manter clientes mais próximos
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes