ANÁLISE

Joel Leite | BIOGRAFIA

AUTOINFORME

Alarme falso: mercado segue estagnado


Venda diária volta a recuar para baixo de 8 mil


Os sinais de recuperação verificados em abril, quando foram registradas as melhores vendas diárias dos últimos meses, não estão sendo confirmados em maio. O balanço da primeira quinzena mostra que as vendas de carros e comerciais leves estão abaixo das 8 mil unidades mensais, como tem ocorrido nos últimos dois anos. Foram vendidas 78.670 unidades no período, o que dá uma média de 7.867 carros emplacados por dia útil.

A GM se mantém em primeiro lugar no ranking por marca, com 17,4% de participação e 13.688 unidades emplacadas na quinzena, uma boa margem sobre a Volkswagen, que está em recuperação da má fase iniciada em meados do ano passado e que perdurou até o março: a montadora vendeu 11.841 carros e ficou com 15,1% no período, com um crescimento excepcional do Gol, que ficou em segundo lugar no ranking por modelo, atrás apenas do líder Onix, mas desbancando o Hyundai HB20 da vice-liderança. A Volkwagen passou a Fiat, que caiu para o terceiro lugar (10.556 unidades e 13,4%).

Hyundai, com 9,9% (7.821 unidades) e Toyota (9,5% e 7.444 unidades) aparecem na quarta e quinta posições, respectivamente, na frente da Ford, que ficou em sexto lugar com 8,5% de participação. Honda, Renault, Jeep e Nissan completam a lista das dez marcas mais vendidas no País nos primeiros 15 dias de maio (veja abaixo ranking das 20 marcas mais vendidas na primeira quinzena de maio).



Gol é o segundo mais vendido

A novidade no ranking de vendas por modelo na primeira quinzena de maio é o crescimento do Gol, que ficou em segundo lugar, atrás apenas do líder Chevrolet Onix. O carro da Volkswagen vendeu 4.605 unidades no período, ocupando a melhor posição depois de ter perdido, em 2013, a liderança que manteve por 27 anos.

O Onix mantém o patamar de vendas dos últimos meses, com 5.747 unidades na quinzena. O Hyundai HB20 ficou em terceiro com 4 mil carros e o Ford Ka em quarto, com 2.993. Chevrolet Prisma, Toyota Corolla e Renault Sandero aparecem em seguida e o Fiat Mobi consolida sua entrada na lista dos 10 mais vendidos, ficando com o oitavo lugar na quinzena e 2.040 unidades vendidas. A picape Fiat Strada é a nona colocada e o Jeep Compass é o décimo.

Fiat Toro, Honda HR-V, VW Saveiro e Fiat Uno, que costumam figurar entre os 10 mais, desta vez ficaram fora do pelotão de elite. (Veja abaixo o ranking dos 50 carros mais vendidos na primeira quinzena de maio).



BAMBU É MELHOR QUE METAL

Ele já está em móveis, na construção civil, na arquitetura e também em áreas aparentemente estranhas: na culinária, onde o seu broto é muito apreciado, e nas terapias corporais. E agora vai ser usado no carro, na produção de peças e equipamentos. Além de renovável, o bambu é um dos materiais mais fortes, resistentes e versáteis da natureza.

O bambu tem muita resistência à tensão, isto é: aguenta ser bastante vergado sem quebrar e é considerado melhor que alguns tipos de metal. O bambu tem desempenho melhor do que outras fibras naturais e sintéticas em provas de resistência e impacto. A planta está sendo preparada para a fabricação de peças e competentes automotivos. Não é novidade. Coco, sisal e outras diversas fibras naturais – produtos orgânicos – já são utilizados em partes de veículos automotores.

BICICLETA PARTILHADA

O cenário para uso de bicicleta no Brasil é muito favorável e o segmento que mais empolga é o de compartilhamento. Pesquisas indicam que a maior parte dos cidadãos deixaria de usar o carro se tivesse alternativa melhor para a sua mobilidade. Nesse sentido, o uso e o compartilhamento de bicicleta podem atender as expectativas de grande parte dos usuários. O levantamento, feito pelo Ibope, indica que 21% dos entrevistados já usaram ciclovias ou ciclofaixas e um terço deles considerou os locais seguros.

O projeto Peg Bike Re-Ciclo, de mobilidade urbana 100% sustentável, fomenta a reciclagem e a qualidade de vida em São Paulo: os bicicletários são formados por totens e bicicletas sustentáveis, alimentados por energia solar e que disponibilizarão wi-fi em um raio de 20 metros. As bicicletas são feitas com material de garrafas PET, têm alto desempenho e durabilidade, são mais leves e não enferrujam. As magrelas terão carregadores de celular com energia gerada a cada pedalada.

__________________________________________________
Este artigo foi publicado originalmente na Agência Autoinforme
joelleite@autoinforme.com.br

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.