ANÁLISE

AUTOINFORME

Alarme falso: mercado segue estagnado


Venda diária volta a recuar para baixo de 8 mil


Os sinais de recuperação verificados em abril, quando foram registradas as melhores vendas diárias dos últimos meses, não estão sendo confirmados em maio. O balanço da primeira quinzena mostra que as vendas de carros e comerciais leves estão abaixo das 8 mil unidades mensais, como tem ocorrido nos últimos dois anos. Foram vendidas 78.670 unidades no período, o que dá uma média de 7.867 carros emplacados por dia útil.

A GM se mantém em primeiro lugar no ranking por marca, com 17,4% de participação e 13.688 unidades emplacadas na quinzena, uma boa margem sobre a Volkswagen, que está em recuperação da má fase iniciada em meados do ano passado e que perdurou até o março: a montadora vendeu 11.841 carros e ficou com 15,1% no período, com um crescimento excepcional do Gol, que ficou em segundo lugar no ranking por modelo, atrás apenas do líder Onix, mas desbancando o Hyundai HB20 da vice-liderança. A Volkwagen passou a Fiat, que caiu para o terceiro lugar (10.556 unidades e 13,4%).

Hyundai, com 9,9% (7.821 unidades) e Toyota (9,5% e 7.444 unidades) aparecem na quarta e quinta posições, respectivamente, na frente da Ford, que ficou em sexto lugar com 8,5% de participação. Honda, Renault, Jeep e Nissan completam a lista das dez marcas mais vendidas no País nos primeiros 15 dias de maio (veja abaixo ranking das 20 marcas mais vendidas na primeira quinzena de maio).



Gol é o segundo mais vendido

A novidade no ranking de vendas por modelo na primeira quinzena de maio é o crescimento do Gol, que ficou em segundo lugar, atrás apenas do líder Chevrolet Onix. O carro da Volkswagen vendeu 4.605 unidades no período, ocupando a melhor posição depois de ter perdido, em 2013, a liderança que manteve por 27 anos.

O Onix mantém o patamar de vendas dos últimos meses, com 5.747 unidades na quinzena. O Hyundai HB20 ficou em terceiro com 4 mil carros e o Ford Ka em quarto, com 2.993. Chevrolet Prisma, Toyota Corolla e Renault Sandero aparecem em seguida e o Fiat Mobi consolida sua entrada na lista dos 10 mais vendidos, ficando com o oitavo lugar na quinzena e 2.040 unidades vendidas. A picape Fiat Strada é a nona colocada e o Jeep Compass é o décimo.

Fiat Toro, Honda HR-V, VW Saveiro e Fiat Uno, que costumam figurar entre os 10 mais, desta vez ficaram fora do pelotão de elite. (Veja abaixo o ranking dos 50 carros mais vendidos na primeira quinzena de maio).



BAMBU É MELHOR QUE METAL

Ele já está em móveis, na construção civil, na arquitetura e também em áreas aparentemente estranhas: na culinária, onde o seu broto é muito apreciado, e nas terapias corporais. E agora vai ser usado no carro, na produção de peças e equipamentos. Além de renovável, o bambu é um dos materiais mais fortes, resistentes e versáteis da natureza.

O bambu tem muita resistência à tensão, isto é: aguenta ser bastante vergado sem quebrar e é considerado melhor que alguns tipos de metal. O bambu tem desempenho melhor do que outras fibras naturais e sintéticas em provas de resistência e impacto. A planta está sendo preparada para a fabricação de peças e competentes automotivos. Não é novidade. Coco, sisal e outras diversas fibras naturais – produtos orgânicos – já são utilizados em partes de veículos automotores.

BICICLETA PARTILHADA

O cenário para uso de bicicleta no Brasil é muito favorável e o segmento que mais empolga é o de compartilhamento. Pesquisas indicam que a maior parte dos cidadãos deixaria de usar o carro se tivesse alternativa melhor para a sua mobilidade. Nesse sentido, o uso e o compartilhamento de bicicleta podem atender as expectativas de grande parte dos usuários. O levantamento, feito pelo Ibope, indica que 21% dos entrevistados já usaram ciclovias ou ciclofaixas e um terço deles considerou os locais seguros.

O projeto Peg Bike Re-Ciclo, de mobilidade urbana 100% sustentável, fomenta a reciclagem e a qualidade de vida em São Paulo: os bicicletários são formados por totens e bicicletas sustentáveis, alimentados por energia solar e que disponibilizarão wi-fi em um raio de 20 metros. As bicicletas são feitas com material de garrafas PET, têm alto desempenho e durabilidade, são mais leves e não enferrujam. As magrelas terão carregadores de celular com energia gerada a cada pedalada.

__________________________________________________
Este artigo foi publicado originalmente na Agência Autoinforme
joelleite@autoinforme.com.br

Comentários: 0
 

Comente este artigo

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*: